Nota

Empatia, especiaria rara

A sociedade vai te julgar – e muito – se você for mulher mais ainda. Seu nome será assunto nas rodas de conversas e nos almoços familiares aos domingos. Te atribuirão um adjetivo – você ganhará um defeito e também uma piada.

Empatia se transformou numa especiaria rara, como aquelas do século XV, por ser impossível, com os conhecimentos da época, cultivá-las.

Vivemos “tempos líquidos”, avisava Zygmunt Bauman.