Nota

cenas de terror hoje

As cenas de terror – racismo brutal – que o noticiário apresentava enquanto tomava meu café me causaram ânsia. Não consegui beber mais nenhum gole do líquido que ainda preenchia a xícara. Estarrecida paralisei. Lembro apenas de olhar para o alto e perguntar: “até quando o racismo nos mostrará cenas de terror?”. Com os olhos encharcados levantei da mesa e segui em silêncio.

Sinto outras dores

Não sinto apenas a dor de quem teve um coração partido.

Sinto dor por ver uma Terra que agoniza.

Pandemia.

Racismo.

Homofobia.

Violência.

Desigualdade.

Guerra…

Pandemia. Racismo. Homofobia. Violência. Desigualdade. Guerra… Mata por minuto.

No Brasil (des)governo. Fake news. Ministro entra. Ministro sai.

Pessoas são consideradas números. Descartáveis.

Não há respeito pelos que morreram.

Todas as vidas importam.

Sinto dor por todas.

Inúmeras histórias de vida. Perdidas.

Choro. Sofro.

Desejo. Imploro.

Empatia.

Respeito.

Afeto.

Amor.

Por favor.