Citação

frio, café e um bom livro

“Retirar o feminismo da seara das polêmicas infindáveis e enfrentá-lo como potência transformadora é o que há de urgente. Vale nesse momento, enfrentar essa urgência”.

TIBURI, Marcia. Feminismo em comum: para todas, todes e todos – 9ª edição. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos,2019. p.08

Estudos iniciados

DEL PRIORE, Mary. Sobreviventes e guerreiras: uma breve história das mulheres no Brasil: 1500-2000 – São Paulo: Planeta, 2020.

Resistir, manter acesa a chama efêmera da existência, aguentar, sobreviver. “Resistir”, cuja etimologia vem de stare e que significa ficar de pé. Resistimos como respiramos, por exemplo. Resistimos para sobreviver e também para defender nosso valores, sem os quais a vida não tem sentido. O bom é que, ao longo dos tempos, a matéria da qual somos feitas, ou seja, nossa cultura mestiça, resiste cada vez mais e melhor às pressões. E, longe de esconder os conflitos, nós os levamos para a praça pública a fim de encontrar soluções para a violência e para a desigualdade, soluções em que o grito seja substituído pelo diálogo e a concorrência, pela colaboração.