Status

um espiral

crédito da imagem Pinterest

Não tem jeito, é espiral. Superar algo ou alguém é um processo espiral, corre-se o risco de voltar – mais de uma vez – ao ponto inicial do sofrimento. Repetir. Repetir. Repetir. Doer. Doer. Doer. Quem me dera conseguir controlar meus pensamentos – eles apenas vêm sem aviso – e me derrubam. Fico silenciosa, me reservo, quero poupar quem já ouviu minha história mais de “mil vezes”. Talvez para me proteger de mim mesma eu me tranque por dentro, é só eu e eu, mais ninguém entra. Passo o dia em guerra – entre engolir o choro e sorrir – é cansativo. Chego ao final do dia exausta, sinto meu corpo pesar – quero chorar porquê estou cansada. É um processo espiral e não posso fugir, não tem outra opção senão passar por ele. Dói.