Imagem

uma borboleta azul e vermelha

Ela pousou em mim. Não notei quando ela se acomodou delicadamente na minha blusa. Minha amiga que estava próxima percebeu quando a borboleta pousou em mim. Sorrindo ela disse: “pousou do lado do coração”. Eu segurava uma xícara de chá e falava a sobre os desafios que a vida nos apresenta. Voou.

Tenho uma borboleta tatuada no meu braço. Amo borboletas. Observamos que borboleta havia pousado num carro. Minha amiga se aproximou, aumentou o zoom do celular e fotografou. Cheguei mais perto também. Tive a impressão de que a borboleta esfregava uma asa na outra, esse movimento revelou rapidamente a cor das suas asas. Vermelha e azul – azul brilhante. Não deu tempo fazer registro. Eu vi e minha amiga também. Com os olhos marejados falei: “nunca tinha visto uma borboleta azul de perto”. A borboleta voou pelo céu azul ensolarado. Desapareceu.

Sabe aquele sinal que você pede? Ele pode chegar em forma de borboleta.

sinal do Universo (06/08/2021)
Nota

Crescimento colorido

Há pausas na vida que só vamos entender o sentido, depois que passamos um tempo em silêncio. Ouvir os outros é importante, mas se ouvir é essencial.

Aquela velha frase “tudo passa” é um conselho sábio, que devemos respeitar, daqueles que passaram pelos dias cinzas, mas nunca deixaram de acreditar que os dias coloridos chegam. Eles sempre chegam, e quem tem o poder de escolhe a cor somos nós.

Acabei de trocar o cinza escuro pelo “azul da cor do céu”, têm sido dias claros e leves. Não posso negar que o cinza escuro tem todo meu respeito e gratidão pelos ensinamentos que só ele me apresentou. Cores fazem parte do nosso autoconhecimento.