Status

um dia de cada vez

crédito imagem Pinterest

O psicólogo me sinalizou para viver um dia por vez, pois, minha pressa em ficar bem – com urgência – pode comprometer meu processo de cura interior. Quero me livrar dessa dor – de coração partido – que consome meus dias. Luto comigo mesma para não chorar ou lamentar pelo que passou. Passou, mas ainda sinto e muito. Domingo é um dos dias que têm me machucado, é quando há uma pausa maior, no tempo, para encarar minhas dores. É domingo e não estou bem, mas o sábado foi um presente do Universo. Assim vou vivendo, um dia de cada vez, me permitindo sentir tudo que existe aqui dentro.

o primeiro passo

O primeiro passo sempre é o mais difícil, não temos equilíbrio para sustentar o corpo e temos medo de cair.

Medo.

O medo pode nos alertar quando há perigo, nos proteger, mas também pode nos fazer parar.

Parar.

Sem movimento não existe crescimento – não estou falando de parar no sentido de descansar, respirar ou pegar impulso – e sim sobre ficar imóvel, congelar e paralisar.

Crescimento.

Ninguém nos avisou que crescer seria um “troço” desafiador – na verdade, difícil, bem difícil – não nos alertaram também, sobre as quedas, decepções, tombos e de todas as coisas que fazem parte do “pacote” no processo de crescimento.

O primeiro passo, o medo, o parar e o crescer. Todos eles juntos – amigos inseparáveis – fazem parte da construção da nossa história. Que não esqueçamos de (re)começar – como no primeiro passo – sempre que preciso for.

(Re)começar.

sem formalidade

Desde ontem sinto vontade de escrever – um texto sentimental – apenas digitar as palavras a medida que elas vêm saindo, sem me preocupar com as regras gramaticais. Construir frases sem formalidades, derramar tudo que vem de dentro de mim. Minha alma tem buscado se (re)conectar com o genuíno do sentir – o amor – no meio desse caos que estamos enfrentando. Digo que está difícil, mas minha amiga me aconselha dizer que é desafiador – o desafio faz parte da caminhada – e quando somos desafiados nos sentimos mais fortes. Acho que o texto sobre sentimentos ficará para outro momento, hoje não consegui me derramar.