sem formalidade

Desde ontem sinto vontade de escrever – um texto sentimental – apenas digitar as palavras a medida que elas vêm saindo, sem me preocupar com as regras gramaticais. Construir frases sem formalidades, derramar tudo que vem de dentro de mim. Minha alma tem buscado se (re)conectar com o genuíno do sentir – o amor – no meio desse caos que estamos enfrentando. Digo que está difícil, mas minha amiga me aconselha dizer que é desafiador – o desafio faz parte da caminhada – e quando somos desafiados nos sentimos mais fortes. Acho que o texto sobre sentimentos ficará para outro momento, hoje não consegui me derramar.