Segunda-feira doce

Doce

Hoje me senti cuidada. É muito boa a sensação de receber carinho, principalmente quando a TPM resolver aparecer.

Ganhar uma sobremesa, embalada cuidadosamente, na hora do almoço é carinho. Talvez essa amiga nem saiba, mas me fez um bem danado receber afeto em forma de doce. O amor realmente está nas coisas simples. Gratidão.

* imagem arquivo pessoal, 2021.

uma chance

“Uma chance”, foi o que você pediu olhando nos meus olhos, depois de alguns meses em silêncio total. A lista de perguntas para te fazer, que anotei no meu caderno, não tirei da bolsa, e como quem advinha o futuro, você respondeu todas elas. Confesso que meu coração disparou e minhas mãos estavam geladas.

Hoje, consigo compreender que este tempo de “silêncio” foi importante para nosso crescimento. Ainda temos muito o que aprender, viver é aprender o tempo todo. Sinto que estamos voltando para nosso caminho, o meu caminho, o seu caminho.

Quando nossas mãos se encaixaram novamente, percebi que o carinho que você fazia com o polegar, enquanto segurava a minha mão, não foi esquecido. Sensação boa de cuidado. Os pequenos gestos são tão importantes.

“Uma chance”, eu disse olhando nos seus olhos, que nossa história merecia.

Sant’Ana

Mãe de Maria, avó de Jesus. Dia Dela e dia dos avós. Este ano meus olhos ficaram marejados assistindo a procissão pelo youtube, quando menina ia com meus pais acompanhar a festa de “Santana”, fiquei adulta parei de participar – priorizei outras coisas. Adultos e suas prioridades.

Nunca é tarde para voltarmos as nossas origens. Recentemente a menina que eu era tem segurado minha mão. Ainda há um caminho longo para seguirmos, tem muita saudade morando no meu peito. Quero me orgulhar dessa menina e realizar seus sonhos. Seguimos juntas, ela e eu.

Que Senhora Sant’Ana neste dia nos abrace bem apertado, que nossos corações sejam inundados de carinho de vó. Tudo vai passar mas precisamos renovar nossa fé.

créditos da imagem clique

Sinto outras dores

Não sinto apenas a dor de quem teve um coração partido.

Sinto dor por ver uma Terra que agoniza.

Pandemia.

Racismo.

Homofobia.

Violência.

Desigualdade.

Guerra…

Pandemia. Racismo. Homofobia. Violência. Desigualdade. Guerra… Mata por minuto.

No Brasil (des)governo. Fake news. Ministro entra. Ministro sai.

Pessoas são consideradas números. Descartáveis.

Não há respeito pelos que morreram.

Todas as vidas importam.

Sinto dor por todas.

Inúmeras histórias de vida. Perdidas.

Choro. Sofro.

Desejo. Imploro.

Empatia.

Respeito.

Afeto.

Amor.

Por favor.