Não fazer sentido nunca fez tanto sentido

A vida me presenteou com uma amiga – que tem um coração que só emana amor – quando o mundo desabou sobre meus ombros. Ela vem acompanhando, de perto, minha história traduzida no título deste blog – de repente solteira. Quando ela fala: “não faz mais sentido”, sei que ultrapassei meu limite de sanidade e rapidamente reavalio “os porquês” nas longas conversas que tenho com ela. Hoje lembrei dessa frase, quando mais uma vez “os porquês” me visitaram e ela não estava ao meu lado para me alertar. Não fazer sentido nunca fez tanto sentido e talvez o caminho seja mesmo não fazer sentido algum. Vida que segue.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s